fantasia, Literatura Estrangeira, romance, Uncategorized

Trono de Vidro

Sinopse: “Nas sombrias e sujas minas de sal de Endovier, um jovem de 18 anos está cumprindo sua sentença. Celaena é uma assassina, e a melhor de Adarlan. Aprisionada e fraca, ela está quase perdendo as esperanças quando recebe uma proposta. Terá de volta sua liberdade se representar o príncipe de Adarlan em uma competição, lutando contra os mais habilidosos assassinos e larápios do reino. Endovier é uma sentença de morte, e cada duelo em Adarlan será para viver ou morrer. Mas se o preço é ser livre, ela está disposta a tudo.

border-159926_960_720

Partes Favoritas:

Primeiramente a ambientação em um reino com castelo já me chamou atenção; mas também gostei da personalidade da protagonista, um símbolo de força e do quanto a mulher pode se destacar no que quiser.

Comentários:

Celaena é uma jovem assassina que está aprisionada, a fim de ganhar sua liberdade concorda em participar a convite do príncipe de uma competição, a qual domina maior parte deste volume, revelando o mais competente e o melhor entre os assassinos selecionados pela nobreza. A narrativa em terceira pessoa se inicia lenta mas, quando uma dose de fantasia e de magia começa a ganhar forma, mostra ao leitor o que esperar dos próximos livros! Quando magia está envolvida a leitura fica mais fluida, principalmente uma história cuja protagonista é forte, sabe se defender sozinha e conta com uma pequena porcentagem de pano de fundo da Cinderela!

Trono de Vidro foi lançado primeiro, mas em ordem cronológica da série tem-se “A Lâmina da Assassina” antes, que me pareceu bastante introdutório mostrando a construção da personalidade da protagonista; contudo, também senti Trono de Vidro apenas uma abertura, principalmente por possuir diversas pontas soltas. Penso ser uma leitura cheia de impasses, situações que quase acontecem mas não ocorrem de fato, não me prendendo tanto. Lê-lo na ordem cronológica correta me fez entender vários pormenores; muitas circunstâncias, principalmente nos primeiros capítulos, podem ser melhores entendidos desta maneira.

É incrível a maneira como, mesmo não sendo uma narrativa em primeira pessoa, a autora coloca a protagonista de forma a parecer que seu leitor a conhece há muito tempo e inclusive torce por ela; enfrentando adversidades tanto psicológicas quanto físicas. Por ser um pouco introdutório, em minha opinião, acabou deixando um pouco a desejar, eu estava esperando um pouco mais de acontecimentos e momentos únicos ao ponto de eu não querer largar as suas páginas.

Mensagem:

Entender o que é melhor em cada momento vivido. Celaena consegue dosar a melhor decisão em cada situação, mesmo divergindo de seus ideais, para conseguir ter algo melhor no futuro. Nem sempre suas decisões agradam a todos os envolvidos, mas se mostra o melhor para ela no momento.

“Nada é coincidência. Tudo tem um propósito. Você deveria vir para este castelo, assim como deveria ser uma assassina, aprender as habilidades necessárias para sobreviver.”

border-159926_960_720

Ordem / Sequência dos Livros:

1. A Lâmina da Assassina

2. Trono de Vidro

3. Coroa da Meia-Noite

4. Herdeira do Fogo

5. Rainha das Sombras

6. Império de Tempestade

7. Torre do Alvorecer

8. Reino de Cinzas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s