fantasia, Literatura Estrangeira, Uncategorized

A Rainha do Nada

Sinopse: “Ele será a destruição da coroa e a ruína do trono. O poder é mais fácil de adquirir do que de manter. Jude aprendeu a lição mais difícil de sua vida quando abdicou do controle do Rei Cardan em troca de um poder imensurável. Agora, ela carrega o outrora impensável título de Grande Rainha de Elfhame, mas as condições são longe de ser ideais. Exilada por Cardan no mundo mortal, Jude se encontra impotente e frustrada enquanto planeja reivindicar tudo que Cardan tomou dela. A oportunidade surge com sua irmã gêmea, cuja vida está em perigo. Para salvá-la de uma situação tenebrosa envolvendo Locke, Jude decide voltar ao Reino das Fadas se passando por Taryn. Antes disso, porém, ela precisa confrontar os próprios sentimentos contraditórios pelo rei que a traiu. No entanto, ao voltar a Elfhame, Jude constata que tudo mudou. A guerra está prestes a eclodir, e ela caminha próximo a seus inimigos. Será que ela vai ser capaz de resgatar a Coroa e o amor incondicional de Cardan, ao mesmo tempo que destrói os planos de seus inimigos? Ou será que tudo está perdido para sempre?”

border-159926_960_720

Partes Favoritas:

Perceber, nessa finalização, o quanto Jude se transformou da menina sem voz para uma rainha com poderes incríveis. Ela fez escolhas que a moldaram a transformando em quem queria ser: uma pessoa admirável.

“Mas não sou tão facilmente enganada agora.”

Comentários:

Neste último volume é possível perceber quem Cardan é por trás de sua armadura de menino mimado; conhecemos sua história e ele mesmo revela mais seus sentimentos sem joguinhos para Jude. Mas, como os dois estão tão acostumados à jogos, têm um grande trabalho para confiarem ou não um no outro. A protagonista precisa salvar a si mesma e o seu amor!

Jude, mesmo cansada de todas as batalhas internas e externas, precisa finalizar as pontas soltas de toda a narrativa e ser forte mais um pouquinho; enfrentando seus medos e pessoas que já fizeram mal a ela. A trama se conduz de maneira instigante assim como os livros antecessores. Cardan, mesmo parecendo voltar a ser o inimigo na finalização do volume anterior, nos mostra que não era bem assim, e tudo se explica e se fecha.

A jovem protagonista conquista os súditos e mostra ainda mais que mesmos humana, parecendo frágil, pode ser tão forte quanto um feérico. Tudo o que poderia ser ponto negativo a jovem transforma a seu favor e usa com maestria no campo de batalha. Suas irmãs e pessoas inesperadas aparecem para ajudar, Jude reuniu pessoas incríveis e formou sua própria família, formou a si própria.

Uma série maravilhosa, eu só não favoritei o último pois esperava mais situações de “curtição” de tudo o que foi conquistado. Assim que tudo é organizado o enredo acaba, esperava uma maior finalização com coisas boas, já que os personagens sofreram do início ao fim, em batalhas internas e externas. Mesmo o livro terminando com as pontas fechadas, também dá brecha para a história continuar futuramente, pois não há um “felizes para sempre” ou um ponto final definitivo. 

“Dificuldades virão, tenho certeza, mas agora também tenho certeza de que vamos da um jeito em todas.”

Mensagem:

Durante toda a série a mentira e o controle do outro se faz bastante presente, logo nessa finalização não é diferente. Conseguimos perceber o quanto mentir e tentar controlar afeta todos os envolvidos, de maneira negativa.

“Não é vida se submeter ao controle de outra pessoa, ficar sujeito a sua vontade e seus caprichos.”

border-159926_960_720

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s