A Borboleta, o Sonho e o Corvo


angie lester (97)Sinopse:
“A narrativa de três personagens se entrecruzam em A borboleta, o sonho e o corvo, novo romance de Andreia Fernandes. Santiago, um advogado em crise existencial, tem a visão de um crime que aconteceria dentro do metrô. O episódio se deu quando ele estava no meio da rua. De repente, tudo escurece, a visão se manifesta e uma borboleta voa em meio ao breu. Ele pensa que enlouqueceu. Alguns dias se passam e o incidente aparece estampado nos jornais. Outras visões acontecem. Sempre da mesma forma. A escuridão, a visão, a borboleta. E os crimes, semanas depois. Outra coisa estranha lhe acontece: passa a se lembrar com frequência de uma antiga paixão que nunca esquecera totalmente. Teresa volta ao Brasil para enfrentar seu passado. Há anos, descobriu que os atestados de óbitos dos pais eram falsos. Eles desapareceram durante a ditadura e ela tentou encontrar seus corpos. Diante de ameaças, abandonou tudo, inclusive uma grande paixão e foi morar no exterior. Agora, resolve resgatar a sua história. Mas volta a sonhar com um corvo que a persegue. Dr. Rogério é médico. Trabalhou no IML do Rio nos fins dos anos 60. Por acaso, teve um affaire com Teresa, assim que ela voltou ao Brasil. Ao descobrir sua identidade, não quer que o passado seja revelado. O romance se desenrola acompanhando esses personagens. Embora nunca se encontrem, eles vão se engendrando numa mesma trama. Santiago questiona a própria lucidez, mas segue obcecado por suas visões e tenta impedir que as mortes se concretizem. Teresa, na busca pelos corpos dos pais, enfrenta seu passado sem perceber o perigo que a espreita. E Dr. Rogério persegue aqueles que julga serem seus algozes.”

stock-vector-vintage-gold-frame-on-a-white-background-graphic-vector-design-636295640

Partes Favoritas:

Eu gostei muito do mistério e suspense que envolvem a trama, me deixando envolvida na leitura e com muita vontade de saber o que se daria na resolução de todos os mistérios.

“Sempre com um livro debaixo do braço, na esperança de colocar em dia suas leituras.”

Comentários:

Um livro com muitos detalhes dos acontecimentos, mas que mesmo assim me prendeu na leitura, acredito que pela proposta de suspense e mistério. A escrita é bem diferenciada com aquele toque dramático e poético em cada acontecimento, confesso que me surpreendi muito ao perceber que estava envolvida logo nos primeiros capítulos!! Não sou muito de livros com tons poéticos e com detalhes nas entrelinhas, como senti nesta história, mas a autora conseguiu me conduzir através das páginas, de tal forma, que eu não queria largar.

Temos Santiago, um advogado, que tem tido premonições de coisas que vão acontecer, e junto dessas visões aparece uma borboleta azul. Teresa que voltou para o Brasil e tem um sonho assustador com um corvo. E, por fim, Rogério que é médico e já teve um caso com Teresa. A trama se desenvolve de forma que os destinos dos três personagens estão ligados por uma linha tênue.

“Quem nunca enfrentou batalhas terríveis não mede as consequências de seus ódios.”

Encontrei equilíbrio, na leitura, entre os devaneios do passado e do presente dos personagens, isso fez eu acabar gostando dos momentos em que os personagens deixavam os seus pensamentos tomarem conta das páginas do livro. Não é uma leitura rápida, é para ser lido com calma e sem pressa, para não perder nenhum detalhe da trama. O curioso de ler esse livro é que o tom dramático dado na leitura me fez imaginar as cenas em preto e branco, não como se a história fosse antiga, mas como se ela fosse uma memória sendo contada!!!

A narrativa se conduz, na maior parte, em terceira pessoa mostrando os três personagens, e como cada um tem uma personalidade distinta, fez com que eu soubesse exatamente de quem se tratava em cada momento, não tornando a leitura confusa. Porém, confesso que achei que iria me surpreender mais com o final, na minha opinião, ficou muito nas entrelinhas, dando cunho para mais de uma interpretação.

Captura de Tela 2018-09-23 às 18.40.27

Mensagem:

Os medos e inseguranças do passado podem impedir que coisas boas se realizem. E que nem todas as pessoas conseguem ser aquilo que enxergamos delas ou que esperamos, elas são o que são, e a nossa interpretação de suas personalidades não faz delas pessoas melhores.

“A vida continua. De preferência, sem carregar as amarguras.”

stock-vector-vintage-gold-frame-on-a-white-background-graphic-vector-design-636295640

Agradecimento

Gostaria de agradecer a autora Andreia Fernandes, que alguns meses atrás comentou comigo sobre este livro e fiquei imensamente feliz de ter lembrado de mim, assim que o lançou. Obrigada pelo livro, vou guardar ele com muito carinho!! E, acima de tudo, obrigada pela experiência diferenciada que eu tive ao ler ele!! ❤

2 comentários sobre “A Borboleta, o Sonho e o Corvo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s