A Menina Submersa: Memórias

angie lester (39)

Sinopse: “A Menina Submersa é um verdadeiro conto de fadas, uma história de fantasmas habitada por licantropos e sereias. Mas antes de tudo uma grande história de amor construída como um quebra-cabeça pós-moderno, uma viagem através do labirinto de uma crescente doença mental. Um romance repleto de beleza e horror, camadas, mitos e mistério em um fluxo de arquétipos que desafiam a primazia do “real” sobre o “verdadeiro” e resultam em uma das mais poderosas fantasias dark dos últimos anos. Considerado uma obra-prima do terror da nova geração, o romance é repleto de elementos de realismo mágico e foi indicado a mais de cinco prêmios de literatura fantástica, e vencedor do importante Bram Stoker Awards (2013). A autora se aproxima de grandes nomes como Edgar Allan Poe e H. P. Lovecraft, que enxergaram o terror em um universo simples e trivial – na rua ao lado ou nas plácidas águas escuras do rio que passa perto de casa -, e sabem que o medo real nos habita. O romance evoca também as obras de Lewis Carrol, Emily Dickinson e a Ofélia, de Hamlet, clássica peça de Shakespeare, além de referências diretas a artistas mulheres que deram um fim trágico à sua existência, como a escritora Virginia Woolf.”

stock-vector-vintage-gold-frame-on-a-white-background-graphic-vector-design-636295640

Partes Favoritas:

Pela primeira vez, este item não terá nada, pois não teve parte que eu gostei nesta história. Inclusive, parecia que eu nunca o terminaria. Talvez a minha parte favorita tenha sido a mensagem que percebi ao ler.

Comentários: 

Esse livro me chamou muita atenção pela sua capa maravilhosa! Toda livraria que eu ia ele estava lá. Até que um dia, de tanto vê-lo, resolvi comprar. Quando li a sinopse, onde está escrito “…, uma história de fantasmas habitada por licantropos e sereias.” pensei: “Esse livro eu vou amar”, amo fantasia e seres mitológicos.

Ao iniciar a leitura, não apareciam os seres que eu queria ver e, conforme as páginas foram passando, mais lentamente eu fui lendo, quase o abandonei. Perseverante pensando que os seres iriam aparecer e que a melhor parte do livro ainda estava por vir o continuei e, quando o terminei, foi uma total decepção.

Eu nunca havia lido um livro desse gênero e garanto que não gosto. Um livro extremamente denso, uma narrativa assustadoramente arrastada, uma história com uma energia imensamente pesada e depressiva. Onde a personagem que narra sua história tem uma doença mental e o aprofundamento nos pensamentos e sentimentos dela são tão intensos.

Eu sou daquelas que sente tudo o que o personagem sente – sim eu realmente entro na história – e isso me fez muito mal nessa situação. Acredito que aquele que não entra no lugar do personagem possa vir a gostar mais e aproveitar melhor.

IMG_8488

Mensagem: 

Sabe aquelas coisas na vida que você se arrepende muito de ter feito e/ou passado, mas ao mesmo tempo percebe que se elas não tivessem acontecido com você, você teria deixado de aprender algo, ou de ser quem é hoje?

É mais ou menos isso que sinto pelo livro, tenho carinho por ele, porque percebi que jamais vou querer esse gênero de novo. E que para termos uma mente sã, às vezes é necessário enlouquecer antes. Como acabei por enlouquecer junto da personagem posso dizer que esta história conseguiu me transformar.

stock-vector-vintage-gold-frame-on-a-white-background-graphic-vector-design-636295640

Caitlín R. Kiernan / Darkside / Fantasia, horror, literatura estrangeira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s